segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Inexistente tão breve

Eu amei...
Eu sinto isso tão forte e vibrante, e tão serenamente.
Cativei-me em poucos momentos de tua pele e de teus lábios.
Eu amei...
Ainda sinto teu gosto e cheiro.
Eu amei, eu sei.
Até agora sinto-me pleno, tão cheio de vida.
Tua marca, tua presença sentida e almejada.
Mesmo sem ti, eu amei...
Eu amei, eu sei, pois ainda amo.
Amo, hoje, com olhos lacrimosos.
Eu amei, sei disso.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012